Boletim Arte na Escola

As turmas dividem o mesmo espaço e cada círculo corresponde a uma sala de aula. A arte permeia as diversas disciplinas.
As turmas dividem o mesmo espaço e cada círculo corresponde a uma sala de aula. A arte permeia as diversas disciplinas.

Quem entra em uma das 25 unidades das Escuelas Experimentales, na Província Terra do Fogo, na Argentina, percebe que ali o ensino não segue os padrões das escolas tradicionais. A sala de aula é um imenso salão com almofadas coloridas dispostas em círculos. Pinturas de vários tipos, estilos e formatos colorem as paredes. As habilidades artísticas dos estudantes são estimuladas a todo instante e em qualquer disciplina, como em uma aula de linguagem: a professora lê o conto A pele do piolho, de Ítalo Calvino, e pede para as crianças pintarem a cena mais marcante na capa do caderno de poesias. Quem descreve essas experiências é o jornalista André Gravatá, um dos autores do livro Volta ao mundo em 13 escolas: sinais do futuro no presente (São Paulo: Coletivo Educ-ação: Fundação Telefônica, 2013), que reúne experiências educacionais inovadoras.

Gravatá explica que as Escuelas Experimentales começaram de forma tímida, na década de 1960, em um esforço privado na casa de uma professora, mas o projeto caiu rapidamente no gosto dos pais pela forma como atraía as crianças. Cresceu com o incentivo do governo, que criou inclusive o Instituto do Magistério para formar professores que depois sustentassem a experiência na mesma linha.

As Escuelas Experimentales oferecem do pré-primário ao secundário. Nelas, a arte não é vista como o resultado de um processo, mas como exercício da imaginação e da autonomia. Para Gravatá, a eficiência dessa rede de escolas está justamente aí. “Não existe forma melhor de impactar uma pessoa do que por meio da expressão artística. Aquele estilo de aula reto e racional está sucateado”, afirma.


Baixe gratuitamente o livro Volta ao mundo em 13 escolas e conheça outras escolas que valorizam o ensino da arte.

Trabalhos das crianças decoram as paredes da escola. Como a produção é constante, são trocadas diariamente.

Trabalhos das crianças decoram as paredes da escola. Como a produção é constante, são trocadas diariamente.
Trabalhos das crianças decoram as paredes da escola. Como a produção é constante, são trocadas diariamente.

Comentários Deixe o seu comentário

  • Thais, 18:07 - 06/06/2014
    Assim acredito na arte e na educação...formando seres criativos!
  • ANA MARIA PETRAITIS LIBLIK, 22:07 - 06/06/2014
    Que texto lindo!!!! Obrigado IEA e equipe pela sugestão de leitura, adorei conhecer outras experiencias positivas.
  • ironilde, 23:34 - 07/06/2014
    É um modelo de ensino que só pode dar certo, porque a arte é inerente ao ser humano. É por meio das atividades lúdicas que a criança aprende sem sofrimento.
  • Euzania Andrade, 18:32 - 10/06/2014
    Gostaria muito que essa a nossa LDB fosse cumprida... Já estaríamos caminhando... No Brasil, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB nº 9.394/96) estabeleceu em seu artigo 26, parágrafo 2º que: "O ensino da arte constituirá componente curricular obrigatório, nos diversos níveis da educação básica, de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos".
  • Maria ferreira de albuquerque, 06:44 - 05/08/2014
    A vida é uma arte, sempre estamos proporcionando novidades com atividades lúdicas e promovendo o desenvolvimento cultural.

Deixe o seu comentário

Os campos assinalados com (*) são de preenchimento obrigatório.




Ainda nesta edição

  • Música na escola

    Artigo - Luís Ricardo Queiroz

    Ensino de música na escola: perspectivas para a atuação docente

  • Repertório plural

    Polêmica

    As novas Diretrizes Curriculares destacam Música, Dança e Teatro e Artes Visuais. Você está preparado?

  • Saber que ensina

    Carreira

    As técnicas de registro ajudam o professor a aprender com seu próprio trabalho. A professora Sumaya Mattar explica como fazer

  • Estamos em obras e produzindo arte

    Vivência

  • Da memória para a história

    25 Anos

    Elliot Eisner, um dos mais importantes nomes da arte/educação, aproximou o Arte na Escola do Getty Center.

  • Olhos fechados, ouvidos atentos!

    Oficina de música

    Aprenda com o educador e musicólogo Carlos Kater como fazer o Túnel Sonoro, uma atividade que ensina a escutar

  • Editorial

    Editorial

    No aniversário de nossos 25 anos, inauguramos nova visualidade e formato editorial neste Boletim, numa proposta mais interativa e ágil.

  • Cores da Alma

    Artista

    No centenário de Iberê Camargo, sugerimos proposições para as suas aulas.