Dicas - Fogo-fátuo, Boitatá e lendas folclóricas na Arte Brasileira
#41 edição 11/08/2016

Informativo eletrônico distribuído por e-mail traz mensalmente propostas pedagógicas utilizáveis em sala de aula, criadas a partir dos materiais educacionais do Arte na Escola.

Fogo-fátuo, Boitatá e lendas folclóricas na Arte Brasileira

Você já ouviu falar em fogo-fátuo? É uma luz que aparece à noite geralmente em cemitérios ou em terrenos pantanosos e é atribuída à combustão de gases derivados da decomposição de matérias orgânicas. Fogo-fátuo  também é o título da serigrafia do artista brasileiro Daniel Senise, presente na coleção Eco Art do Instituto Arte na Escola. No material educativo sobre a obra você pode encontrar informações sobre a lenda do Boitatá, inspirada nesse fenômeno e presente no folclore brasileiro, a partir da qual é possível ainda estabelecer relações com temas sobre o Meio Ambiente e a sua preservação.

O Boitatá também está presente em outro material educativo do Instituto Arte na Escola. Na publicação  sobre o documentário Um olhar sobre obras em papel de Franklin Cascaes , há desdobramentos pedagógicos baseados na pesquisa do folclorista catarinense e proposições para trabalhar o tema Folclore na escola. 

Comentários Deixe o seu comentário

  • Vera Andrade, 20:21 - 22/08/2016
    Excelente site, agrega muito conhecimento. Ensina a repartir, a somar com os colegas e amigos de profissão. Tópicos maravilhosos distribuídos em excelente material educativo.

Deixe o seu comentário

Os campos assinalados com (*) são de preenchimento obrigatório.




Para receber o informativo
Dicas diretamente no seu
e-mail, cadastre-se

Edições Anteriores

Confira as nossas dicas anteriores. Selecione a edição desejada:

- # 47 - Palavras de Leonilson
- # 46 - Gravuras de Maria Bonomi
- # 45 - Professor-Propositor
- # 44 - Arte e Política
- # 43 - Provocação do Olhar
- # 42 - O fascínio da matéria em José Bento
- # 41 - Fogo-fátuo, Boitatá e lendas folclóricas na Arte Brasileira
- # 40 - A videoarte na Arte Contemporânea
- # 39 - Poética e materialidade. Natureza e arte.
- # 38 - A religiosidade de Valentim