Dicas - Provocação do Olhar
#43 edição 31/10/2016

Informativo eletrônico distribuído por e-mail traz mensalmente propostas pedagógicas utilizáveis em sala de aula, criadas a partir dos materiais educacionais do Arte na Escola.

Provocação do Olhar

A artista Beatriz Milhazes é uma colecionadora de títulos. Muitas vezes, o ponto de partida para suas obras são os títulos que ela havia criado antes, os quais apontam muito mais para um estado de humor ou um conjunto de sensações, do que para uma narrativa presente no trabalho.

 

A serigrafia Você me olha por quê? Por que você está me olhando? está no material Eco Art e é um ótimo exemplo para se trabalhar Leitura de Imagens. 

Sem mencionar o título, mostre a imagem para seus alunos, permitindo que a observem por um longo tempo. Estimule-os a falar livremente, instigue uma atenção aos detalhes. Como eles leem essa imagem? Como percebem a composição, as cores, os padrões visuais? Quais são as narrativas possíveis?

 

Depois, conte o título aos alunos. Você me olha por quê? Por que você está me olhando? guarda um significado pessoal não revelado pela artista, ao mesmo tempo em que se abre para diversas possibilidades de leitura sobre o campo visual. O título funciona como uma armadilha, uma provocação para o olhar do leitor. Como os alunos percebem a obra agora? Foi importante conhecer o título? Existe algo que parece nos olhar em uma obra de arte? Seria isso uma metáfora de nosso próprio olhar sobre a imagem?

 

Para fundamentar a proposta de Leitura de Imagens, procure conhecer a metodologia sugerida no material educativo.

Comentários Deixe o seu comentário

  • Nenhum comentário foi encontrado para o conteúdo acima.

Deixe o seu comentário

Os campos assinalados com (*) são de preenchimento obrigatório.




Para receber o informativo
Dicas diretamente no seu
e-mail, cadastre-se

Edições Anteriores

Confira as nossas dicas anteriores. Selecione a edição desejada:

- # 45 - Professor-Propositor
- # 44 - Arte e Política
- # 43 - Provocação do Olhar
- # 42 - O fascínio da matéria em José Bento
- # 41 - Fogo-fátuo, Boitatá e lendas folclóricas na Arte Brasileira
- # 40 - A videoarte na Arte Contemporânea
- # 39 - Poética e materialidade. Natureza e arte.
- # 38 - A religiosidade de Valentim
- # 37 - Você me concede esta dança?
- # 36 - A cuca vai pegar