Forum
Beloní Cacique Braga
Abro este espaço com intenção de ampliar as discussões sobre a Arte a partir do I encontro de professores premiados no Prêmio Arte na Escola que aconteceu este mês em São Paulo. Na ocasião conhecemos relatos dos brasis que compõe nossa pátria. As discussões foram provocativas. As falas sobre a arte, os museus, a arte contemporânea e suas questões, dentre outras idéias, nos inquietaram. Nossa proposta é manter acesa a chama do diálogo, repensar as discussões rizomáticas de Miriam Celeste e Gisa Picosque e propor ações educativas em nossos espaços de trabalho. Todos são bem vindos a discutir. A turma que participou não deve desaparecer... E a turma que não foi pode ser inteirar e participar. Mas como as discussões sobre estas questões podem ter ressonância em nossa prática como professores e/ou artistas? O que podemos planejar par 2006 a partir de novas propostas? Serão elas engajadas na idéia de rizoma? E a DVDteca entrará como em nossas aulas? Os conteúdos dos DVDs serão propositores de novas ações junto aos alunos? Além da inclusão de novos artistas regionais como caminharemos mais uma milha? Vamos lá pessoal é tempo de participar!!!
Beloní Cacique Braga
Pessoal Este espaço foi aberto com o objetivo de possibilitar conversas com arte educadores/professores procurando instigar um pensar sobre o ensino de Arte e as ressonâncias do I Encontro de professores. Todas as falas são bem vindas. A Jú abriu outro espaço, vamos caminhar juntos. O que não vale é ficar parado(a)!!!
Juliana Carvalho Carnasciali
Oi Bê!!! Parece que só nós curtimos este espaço...cadê todo mundo?! De todo modo gostaria de me colocar em relação as suas provocações: só para começar, penso que o constante movimento entre nós e que vai fazer cada vez mais "ressonar" (se é que este termo existe) coisas no dentro aqui...estas que acabam se expandindo por nossos olhos e bocas do corpo para os espaço por onde passamos. Quanto ao planejamento acredito que para começar, tentar propor encontros de arte a partir da proposta Rizomática apresentada a nós por Gisa e Miriam, também é algo a ser valorizado e praticado, visto que nos coloca em movimento de pensamento, nos coloca em FAZEÇÃO...Realmente penso que para caminharmos mais uma milha como diz vc, precisaremos continuar e de modo mais integrado, trocando informações sobre nossas experiências de modo que acabaremos experimentando coisas juntos, como tentar manter esta linha virtual por exemplo, como vida e vigor...bem, é nisso que acredito e de mais a mais, em relação a sala de aula, aposto na importância de conhecermos nossa clientela primeiro para que possamos propor com mais densidade... é isso por hora...e o que será que nossos colegas pensam hein?! Beijos Coloridos... Jú
Marília Schmitt Fernandes
Olá Beloni e Jú Estou radiante com esta proposta de darmos continuidade as discussões do encontro, penso que é hora de aguçarmos nosso olhar para percebermos as sutilezas que muitas vezes se escondem na rotina da sala de aula. E apartir destas percecpções potencializarmos nossas ações considerando as vivências dos alunos e todo o seu acervo de memória material e imaterial de onde surgirão com certeza um sem fim de encadeamentos que nos levarão a construir um projeto ( PROJETANDO - adoro esta palavra porque sugere um projeto sempre em movimento, algo que esta sendo construído) transdisciplinar e com conceitos que abrangerão as diversas áreas do conhecimento. Quanto aos DVDs, penso que serão mais uma ferramenta a mais para enriquecerem nossas propostas especialmente se considerarmos além do conteúdo a parte técnica a produção e reprodução das imagens fixas e ou em movimento, efeitos sonoros deste a linguagem oral, passando pela música e até ruídos entre outros. É um leque muito amplo, mas que só vai se abrir e ventilar novas idéias se tivermos a ousadia da inquietação, aquela que leva ao movimento do fazer. Quanto aos colegas desaparecidos Jú, volto a idéia do AQUÁRIO E DO CHAFARIZ, tem quem goste da quietude das suas fronteiras e tem que vive de transbordamentos que refrescam a alma e o pensamento. Beloni, espero que tenhas recebido o meu relato, estou aguardando comentários. Marilia Schmitt Fernandes
Beloní Cacique Braga
Manter as discussões em nosso grupo é desafio para nós. Desejo apostar mais no material art br e elaborar novas proposições com os alunos. O perfil de cada escola defini e demarca territórios. Trabalho neste momento com muitas idéias e projetos sem definir nada. Sonhar é bom e não "ocupa tanto" espaço, mas a cabeça fica a mil. O próximo ano será dedicado as questões da inclusão na escola e este é um enfoque importante para nós, principalmente no ensino de Arte. Jú, a realidade paulistana cheia de glamour e contraditoriamente violenta se distancia em muito da Uberlândia cerradiana de gente que vem e vai, constrói a cidade ,mas não lhe demarca traços de identidade. Isso age diretamente na maneira como a população pensa Arte. E eu repenso :O que nos é contemporâneo de fato Marília, suas idéias no relato se mostram mais que contemporâneas e seu processo de criação me instigaram a pensar sobre como todo ele se encaixa e se constitui na professora/Marilia. Quero te "ouvir" mais. Ok. Enviei o relato que lhe disse. Ok? Onde estão os intelocutores do nosso grupo? Apareçam...
Belmira Amorim Salvador De Paiva
Olá Beloní, Boa Tarde Sou profª Belmira DE Campinas Oeste Nos conhecemos no dia da premiação, fomos apresentas pela Lucimar; Quero te parabenizar pelo premio que vc recebeu!!! Participei do forum das atividadee elaboradas com a pasta Arte BR. Agora considero muito interessante vc ter iniciado este forum para não deixar as idéias esfriarem!!!!! A DVDteca me pareceu um material muito bom, não vejo a hora de ver mais detalhadamente!! Estarei em contato. Até breve. Belmira
Diana Bearzi
Ju, Belô, de antemão peço desculpas por ter entrado no forum só agora (já faz quase um Mês). Acho muito importante esta corrente virtual que está se formando, porque teremos a oportunidade de trocar experiencias, já que a realidade das escolas em que trabalhamos são tao distintas. Falamos muito em interdisciplinaridade dentro da escola, por que não falar em interdisciplinaridade entre instituições escolares? Parece um pouco utópico, mas seria interessante criar um projeto em que pudessemos colocar os alunos em rede e trabalhar as questões culturais de cada região. Meninas prometo que nao mais as abandonarei aqui no forum. Beijocas Diana (Caxias do Sul - RS)
Marília Schmitt Fernandes
Diana, que bom te encontrar por aqui, vamos continuar pensando nesta idéia de aproximarmos a realidade de nossas escolas , vai ser uma ótima oportunidade de nossos alunos vivenciarem novas experiências artísticas e culturais. Quem sabe fazemos um projeto de inter câmbio entre Canoas ( RS) e Caxias, já que nossa distância física não é tão grande assim, né ? Tenho certeza que eu e meus alunos temos muito a aprender sobre as tradições italianas que são referências tão fortes da tua região. Abraços carinhosos da Marilia S. Fernandes.
Marília Schmitt Fernandes
Meninas, onde foi parar todos aquele povo do encontro? Não posso acreditar no que está acontecendo, as vezes chego a pensar que vivemos um encontro de ficção onde tudo o que foi discutido ficou flutuando num espaço paralelo e não conseguiu lugar no inconsciente coletivo do grupo. Vou voltar a mandar e-mail para o grupo todo para ver se o povo da sinal de vida. Abraços carinhosos da Marilia S. Fernandes.
Beloní Cacique Braga
Marília e Diana e todos os interessados.. Para o próximo ano seria legal criarmos uma rede de troca de imagens e batepaos entre nossos alunos também. Gostaria de convidá-las a a participar a partir de fevereiro de um grupo de discussão que objetivasse o intercâmbio cultural a aprtir das imagens produzidas por eles em sala. Enviamos as imagens e propomos a discussão sobre a leitura que cada uma fará e as experiências noprocesso de criação delas. Com a diversidade de culturas os alunos se interessarão. Estou acrescentando esta idéia em meu planejamento para 2006 e até o final de janeiro os professores que se dispuserem poderão ser envolvidos com suas turmas. Paralelo a isto proponho que avancemos no intercâmbio de textos e discussões. Estou pesquisando, pela internet, sobre rizoma e mapas mentais e paralelamente acrescentando leituras como "Diários de Aula" do Zabala e "Imagens que falam" da Maria Helena Rossi. Vamos continuar as discussões? O que vocês estão pretendendo?? Como estou quase entrando de férias consigo acessar o fórum todos os dias. vamos manter um ritmo de conversas Abraços Belô
Diana Bearzi
Belô, achei muito legal a tua idéia e pode contar comigo também no fórum de fevereiro. Irei me ausentar por uns dias "preciso de férias". Mas na metade de janeiro entro novamente no fórum para discutirmos como será esta intercambio, já reservarei um local para ele no meu planejamento para o ano que vem. Meninas, ou melhor, gurias como dizemos aqui no sul, tenham um feliz ano e um prospero ano novo. Beijocas Diana
Diana Bearzi
Marília, adorei a tua idéia, quem sabe podemos começar pensar realmente em um projeto para ser desenvolvido em parceria no ano de 2006? Vamos trocar figurinhas. Beijos Diana
Beloní Cacique Braga
Diana, Quando você voltar das merecidas férias combinamos os detalhes, mas saiba que já estou incluindo seu nome para discussão com meus alunos. Vá pensando nas possibilidades de intecâmbio e principalmente em uma apresentação dos alunos daí para os meus aqui. Preparei com os meus também. Nossas aulas retornam em 01 de fevereiro. Você pensou em participar do curso de Férias do Instituto(ver site)? Abraços Belô
Beloní Cacique Braga
Marília, Você também está saindo de férias ou vai ficar por ai como eu, jogando conversa fora? Estou em casa e não viajarei por isso quando quiser é s´começar a conversa. Pessoal do Sovado??? Onde estão vocês? Vamos bater papo? Gostei tanto do grupo!!! Imaginei que ia conversar sem parar.Esse é meu maior divertimento: Falar pelos cotovelos. Alguém aí vai participar do curso de férias do Intituto Arte na Escola com a Lucimar? Quem mora em São Paulo, pode me hospedar??? Gostaram da rima?!!! Abraços Belô
Roseli Alves
Salve professores! Não sei porque mas estou sentindo que vocês estão num movimento bem rizomático. Está sendo Interessante transitar nestes territórios. Belô, li no outro território que você está querendo aprofundar a idéia de rizoma. Eu tenho feito isso também. Podemos trocar nossas descobertas. Para começar achei melhor ler um autor que escreve sobre Deleuze. Li Deleuze & a Educação, de Sílvio Gallo, da editora Autêntica. Agora comprei Mil Platôs-Capitalismo e Esquizofrenia de Deleuze e Guattari, da editora 34. Estou gostando. Deleuze nos provoca ao dizer: "não acredito naqueles que dizem faça isso: acredito naqueles que dizem faça comigo". É uma filosofia do acontecimento. Para ele não importa criar modelos, propor caminhos, impor soluções. Importa fazer rizoma, conexões, trabalhando o "entre dois", entre coisas, no intermezzo. A palavra experiência no pensamento de Deleuze ganha grande importância pois nos faz exercer, de antemão, algumas escolhas, saber que se estará operando em dobras que se intensificam e geram outras dobras. Traz também a idéia do devir onde os modos de subjetividade coletiva estão sempre se fazendo, acontecendo. Bem, a filosofia é importante pois ela nos ajuda a fazer críticas a coisas cristalizadas, inclusive a nossa vida.Ufa! Chega, vamos nos falando, descobrindo, nos fazendo. Em relação ao curso em SAMPA, não vai ser ministrado pela Lucimar, ela vai supervisionar. Talvez ainda no 1º semestre tenhamos o módulo II deste curso que pode interessar mais a você que já tem uma excelente prática em Projetos. Mas fica a seu critério pois sempre aprendemos mais e mais. Para encerrar, desejo que na dança desses tempos cíclicos de natal e ano novo possamos vivenciar ritos de passagens que afetem a nossa alma fazendo desabrochar feixes de re-encantação de nosso existir, ou seja, de nosso co-existir. Um grande abraço a todos . Roseli
Beloní Cacique Braga
Roseli Obrigada pela indicação de leitura, vou providenciar e depois compartilharemos mais idéias. Quanto ao curso estou desanimando, póis a Universidade retornou da greve e tenho algumas disciplinas a serem cursadas, logo, não terei férias. Aliás nem sei o que isso que chamam de FÉRIAS. Desde que entrei na UFU em 2000 já peguei todas as greves e não folguei nas férias. Mas tudo bem, faz parte. Desejo a todos um verdadeiro Natal: aquele cujo aniversariante JESUS seja o alvo das nossas atenções e reflexões. Que Jesus possa renascer em seu coração e acima de tudo reinar em sua vida. Abraços carinhosos a todos Beloní
3183 visualizações | 51 respostas Faça login para responder