Forum
Maria De Fátima Coutinho Da Silva

Olá Andrea Favilla! Há quanto tempo!!!! Fátima Coutinho, lembra?

Estou cada vez mais viva e fazendo  teatro . É o que me faz viver e ser feliz!!!!

Infelizmente alguns pais e alunos não respeitem esta matéira tão moderna e TRANSFORMADORA.

Mil beijos saudosos da companheira da Uni-Rio (1984)

Fátima Coutinho

Celida Salume

“Se você não estiver ardendo não poderá inflamar ninguém” (Iessênin)

Fico contente quando vejo uma discussão tão VIVA em torno do ensino de teatro na escola, e tenho ainda a oportunidade de encontrar ex-alunos neste debate. Não há dúvida que existem muitas experiências que podem ser lidas como um teatro morto, mas a questão é criar uma atmosfera que possibilite gerar o que cada um acredita ser o seu TEATRO VIVO. Um dos nossos inúmeros desafios é construir novos espaços, transpor esses limites estabelecidos através da carência estrutural e até mesmo, muitas vezes, antiestética, da escola pública. Como jogar teatralmente nesse espaço? Ir com os alunos para o espaço externo, esvaziar a sala em tempo mínimo (quando a experiência é em caráter curricular), levar uma lona para as atividades de solo, instaurando assim, um novo lugar, e possibilitando uma nova relação desses corpos com o espaço? O que determina a diferença de um espaço vivo e um espaço morto é a maneira como os que estão neste lugar se colocam, um em relação ao outro. Quanto aos jogos teatrais, o ensino de teatro é amparado pelos Parâmetros Curriculares Nacionais como área de conhecimento, e não incluem objetivos “terapêuticos” ou “recreativos”. Os livros de Viola Spolin e Augusto Boal, entre outros, não devem de forma alguma ser utilizados como receituário. É importante que o planejamento de uma aula de teatro envolva a escolha adequada de jogos que venham de encontro aos objetivos propostos; onde as atividades de aquecimento, relaxamento ou jogos preparatórios que abrem uma aula estejam conectadas com os jogos improvisacionais. Os jogos teatrais podem ainda aparecer na construção de cenas, disponibilizando para os alunos diferentes estéticas. Jogar possibilita ainda transitar por todos os papéis: professor-personagem, jogador-personagem, jogador-narrador ou jogador-espectador. Importante que a discussão permaneça mesmo após a finalização do Fórum. Seria possível disponibilizar o contato de todos? Deixo aqui meu endereço eletrônico: celida@ibest.com.br

 

 

4536 visualizações | 47 respostas Faça login para responder