Galeria dos Professores-Artista

Projeto Polis

Professor: Luís Roberto Carvalho

Escola:

Formação: Artes Visuais

São Paulo, SP

Sobre o processo de criação


O que seria de nós sem a ajuda daquilo que não existe? Pouca coisa, e nossos espíritos desocupados se desfaleceriam se as fábulas, as abstrações, as crenças, os monstros, as hipóteses e os pretensos problemas metafísicos não preenchessem com seres e imagens sem objetos nossas profundezas e nossas trevas naturais. Os mitos são as almas de nossas ações e de nossos amores. Só podemos agir movendo-nos em direção a um fantasma. Só podemos amar aquilo que criamos.



Pequena carta sobre os mitosPaul Valéry



Apreende-se do texto de Valéry uma interligação do mundo material ou físico, com o mundo imaterial ou metafísico. A mais célebre imagem que vem à mente seria a do mito da Caverna de Platão. O Projeto Polis parte dessas premissas para uma representação em telas que estão entre o bi e o tridimensional, dessa intrincada relação que se dá entre o mundo das ideias e a ação. Esta série de trabalhos traz uma representação simbólica tendo em foco a expressão maior do que somos: nossas cidades.



A cidade assemelha-se ao organismo humano. Organismo vivo, ativo e em perpétua transformação. Dessa arquitetura onde nos criamos, criamos a nós mesmos. Porém, é o pensamento que movimenta pontes e edifícios, fazendo-os sair do devaneio do croqui e ganhar a materialidade do mundo tridimensional. A criação de sonhos e problemas alavanca a busca por novas tecnologias criadas para saná-los. Temos então a cidade como reflexo e/ou representação de nós mesmos.



A fé, coisa imaterial e por vezes incompreensível; que pode ser então movida por motivos sagrados ou profanos, vai movimentando a corporificação de nossos pensamentos, construindo assim nossa realidade material. Na física quântica encontramos a interferência do observador em relação ao objeto, prova talvez de uma lei de ação e reação da física clássica verificada no mundo metafísico.



O projeto se destina a reencontrar esse caráter ontológico do fazer artístico, utilizado desde seus primórdios como instrumento dessa relação do homem quanto à apreensão do mundo visível e do mundo invisível. Eras e eras se passaram até que as Artes se tornassem laica; graças ao conceito inaugurado pela "Estética", primeiramente utilizado por Aristóteles. Porém a Arte tardou até se desvincular do atrelamento junto a elite e a religião que a patrocinavam.



No mundo contemporâneo o mecenato mudou, e hoje em dia quem banca a produção e exibição dessa nova Arte Laica, em sua grande maioria, é o Estado por meio de editais e benefícios fiscais, ficando uma estreita parcela atrelada à iniciativa privada. Como todas as telas feitas com material reciclado, ou seja, são objetos reutilizados durante o fazer artístico, ele não se encontra inserido em nenhum lado dos pilares de sustentação da Arte Contemporânea.



A produção se iniciou no ano de 2011. Nela faço uso do jornal como símbolo das ideias imateriais, que são nossas formas de pensamento; construídos por meio da linguagem verbal. Do betume, derivado do petróleo; sangue mineral do planeta, como elemento do mundo físico que nos move materialmente. E da parafina, outro derivado do combustível que alimenta nossa engrenagem de crescimento atual, matéria-prima das velas utilizadas comumente para fins litúrgicos, é também combustível da crença imaterial, o que simboliza o encontro entre esses dois mundos: físico e metafísico. Essa união imanta e expressa a dualidade que nos molda. Sem a efemeridade de nossas construções mentais nunca poderíamos erigir nossas cidades e monumentos. É da dualidade que constituímos todos nós. Carne e osso, sonhos e ideais.


Comentários Deixe o seu comentário

  • ivania marques, 07:12 - 19/08/2015
    Fico feliz com as produções. Resistências em arte.

Deixe o seu comentário

Os campos assinalados com (*) são de preenchimento obrigatório.




Como participar?

Envie imagens da sua produção e faça uma breve descrição sobre o processo. Se ela for escolhida como destaque da página principal do site, você ganha um livro de Arte

Faça login e envie suas imagens

Galerias anteriores

Mais galerias