Processos criativos

  • Linguagens artísticas: Dança Afro-brasileira. Danças Populares. Dança Contemporânea. Dança Moderna. Performance Negra. Instalações. Documentário.
 
  • Processos de criação: Em se tratando de obras de dança, o artista tem como elemento constante gestualidades que transitam entre signos vinculados às expressões de matrizes africanas e da corporalidade nordestina. Nas produções são percebidas uma forte influência das expressões da cultura popular e cultura negra.
 
  • Forma e conteúdo: A cultura popular. A cultura urbana. O contexto diaspórico e seus atravessamentos na contemporaneidade. As figuras masculinas da dança na Bahia. As relações ancestrais no homem contemporâneo. O modo de vida do povo nordestino. O corpo negro nas artes. O corpo com deficiência. Memória das artes. Performatividade. A colaboração em dança.
 
  • Materialidade: Ferramentas: Digitalização de imagens e sons. Instrumentos musicais. Natureza da matéria: Barro. Cerâmica. Argila. Materiais tradicionais. Material orgânico tradicional. Objetos do cotidiano Componentes sólidos e líquidos. Poéticas da imaterialidade: Criações multimídias. Poética instrumental. Poéticas da materialidade: Elementos da natureza. Miscigenação. Pesquisa de materiais. Procedimentos: Experimentação. Processos técnicos e artísticos.
 
  • Conexões transdisciplinares Formação. História. Arquitetura. Arte-Educação. Arte e ciências humanas. Performance. Candomblé. Direitos Civis. Estudos culturais (gênero, raça, território). Artivismo. Dança. Teatro. Artes visuais. Performance. Audiovisual. Literatura. Moda. Cenografia. Gastronomia.
 
  • Mediação cultural: Processos de colaboração em dança, invertendo a lógica criador X intérprete. Processos criativos em artes cênicas. Produções literárias. Produções audiovisuais, como foco em memória das artes. Produções musicais.
 
  • Saberes estéticos e culturais Pesquisa em arte e cultura. Cosmogonia africana. Saberes ancestrais da cultura africana. Religiões de matrizes africanas. Saberes da cultura popular brasileira.
 
  • Patrimônio Cultural brasileiro: Produzindo bens simbólicos sobre a cultura brasileira, nordestina e baiana. Produzindo conhecimento artístico e acadêmico. Estimulando a preservação da memória de produtores baianos. Difundindo a memória artística baiana. Problematizando as identidades culturais.

Por que este(a) artista foi escolhido(a) para estar na categoria "novos artistas"?

Bruno de Jesus é um artista negro que desponta na cena soteropolitana refletindo os atravessamentos do corpo nordestino e negro na contemporaneidade, através das suas produções artísticas e acadêmicas. Suas produções foram contempladas em diversas fontes de fomento, além de compor o programa de importantes festivais de artes cênicas, tanto na Bahia, quanto no Brasil.

Material

educativo

Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit

Saiba mais sobre

esta consultoria

Conheça quem faz parte e confira outros artistas participantes desta consultoria

Rolar para cima